Sobre a Vida

E, que Vente

ncnc_equevente

Esta manhã, saí de casa desejando que ventasse.

Forte o bastante para bagunçar a certeza que penteava meus cabelos. Suave o bastante para soprar a poeira acumulada sobre minh’alma.
Forte o bastante para golpear meu rosto e girá-lo rumo ao norte. Suave para varrer as folhas que, no último outono, penso terem caído sobre meu coração.
Saí desejando que ventasse. Que ventilasse. Que, enfim, a vida se renovasse.
Anúncios
Padrão
Sobre a Vida

Recomeço

ncnc_recomeço

Ouviu que a felicidade é como o sol entrando por uma fresta. Que esquenta, a fogo baixo, a pele ainda fria.

Esfregou, nos braços, as mãos. Colocou os ralos cabelos pra trás e levantou-se, então. Abriu de supetão a janela do quarto escuro em que se encontrava. Num só empurrão.

No parapeito, sentou-se equilibrando seu corpo. Deixou os pés pendurados sobre o abismo daquele que era o mais alto que já chegou. E ficou.

Ficou… e ficou. Lá, esperou.

Esperou que o sol incidisse perpendicular a seu peito e derretesse o gelo que, ao redor do seu coração, se formou. Fazendo pingar esperança na semente do novo que estava pra brotar, na palma da sua mão.

Padrão
Sobre a Vida

Vinte e quatro

25-vinteequatro

Embebedei-me de novidade. Ventilei a alma e arejei o peito. Saturei meus olhos de novas paisagens. Sufoquei meus pulmões de novos ares. E, hoje, vivo a ressaca daquela verdade que só a distância nos revela. Aquela que o cotidiano – ao turvar-te os olhos – te impede de enxergar.

Me descobri como uma folha que se desprendeu do alto de uma copa. E deixou todas as raízes no tronco daquela imponente, porém imutável, árvore. Descobri que não nasci pra permanecer no mesmo lugar a vida toda. A estabilidade nunca foi minha alma gêmea.

A busca por ela ficou para trás.

Descobri minha alma cambiante. Descobri que não sei ficar. Que não quero permanecer. Que não me contento com o que se repete. Que repudio o que bate à porta sempre à mesma hora. Que preciso de mais. Que sou mais. Que mereço mais e, por isso, pago com solidão.

Padrão