Sobre a Vida

Cinemática

ncnc_cinematica

Padecem minhas asas de um certo mal.
Que as faz desejarem pousar, mesmo depois de terem aprendido a voar.

Sofre também meu coração de tal.
Que o faz querer se arriscar, não se importando em sangrar. Nem com o tempo que demoraria para, uma vez mais, cicatrizar.

Talvez porque a vida tenha essa aversão à inércia, afinal.
Uma incapacidade de repousar. Uma incansável necessidade de se provar. De buscar, sempre, rachaduras por onde escoar. E, do conforto da segurança, encontrar modo de escapar.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s