Sobre a Vida

Alado

ncnc_alado

Sinto uma dor no meio das costas. Uma pontada aguda entre as escápulas. Que faz tremer grave e febrilmente o cerne dessa coluna gasta, já cansada, mas ainda valente no propósito de manter-me em pé.

Pensei ser o resultado dos sorrateiros golpes que, por trás, apliquei em mim mesmo. Ou, talvez, dos empurrões que a vida, sempre apressada, me dá a esmo. Pensei, inclusive, ser meu corpo gritando de exaustão. Ruindo de cansaço. Indo de encontro ao chão.

Mas, talvez, sejam apenas minhas asas renascendo. Rasgando a pele e aprumando suas pontas. Mirando o além. Sonhando alto. Colocando-se pra fora, assim de sobressalto. Avistando o longe. Ouvindo, do horizonte, o irresistível chamado: “-Vem!”.

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre “Alado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s