Sobre a Vida

Joelhos

30-joelhosQue meus joelhos não cedam agora.

Que sejam ainda capazes de aguentar o peso desse corpo que, por ser jovem, está cansado. Capazes de aguentar o peso dessa alma que, por ser velha, está sedenta por mais vida.

Que meus joelhos não cedam agora.

Que tenham a pele grossa o bastante pra resistir aos espinhos certos dos muitos caminhos errados por que passei e por que ainda passarei. Que tenham a firmeza necessária pra perceber que não serão as mãos que se estenderão as responsáveis por reerguê-los depois do próximo chão.

Que meus joelhos não cedam. Não agora. Porque mesmo tendo andando ainda tão pouco, sinto ter chegado já tão longe para desmoronar.

Anúncios
Padrão

4 comentários sobre “Joelhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s