Sobre a Vida

Intempérie

19-intemperie

É como num instante que se desgruda o firmamento. Desaba em pedaços. Compromete o alicerce daquilo que – há pouco – planejava-se construir. E reconstruir.

As torrenciais gotas da chuva continuam a chicotear-me a lombar, enquanto meus olhos… Ah, esses limitam-se à imitar aquele, agora ingrato, céu, dissolvendo-se numa também água. Ardente. À alma.

E à medida que – nessa metáfora um tanto quanto ralé – a vida escorre, eu espero por um sol. Espero por um qualquer e quase ficcional corpo. Quente o bastante para secar toda a angústia e esquentar a superfície do peito.

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “Intempérie

  1. Pingback: Papel e Tudo » Intempérie

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s