Sobre o Coração

Sobre Destroços

12-sobredestroçosDescobri uma estranha beleza no momento quando me vi ali, cercado pelos destroços daquilo que costumava sustentar-se de pé.

Onde antes via paredes, hoje avisto novos horizontes. Onde antes me protegia com teto, hoje me exponho à infinitude do céu.

E quanto às ruínas espalhadas pelo chão, as enxergo como matéria prima. Como uma oportunidade para a reconstrução. Não à imagem do que antes havia aqui, mas com o potencial para algo novo.

Conhecendo os exatos lugares onde nossas estruturas trincaram e fizeram tudo ruir, que agora peguemos o único tijolo que ficou de pé, façamos dele nossa nova pedra fundamental nomeando-o com o nome do sentimento que resistiu e recomecemos.

Anúncios
Padrão

4 comentários sobre “Sobre Destroços

  1. Pingback: Papel e Tudo » Sobre destroços

  2. Ana disse:

    Fazia muito, muito tempo que o tempo não me era roubado dessa forma. Quando li sua publicação, sem perceber perdi, aliás ganhei, minutos que passaram tão rapidamente que nem consigo descrever. Acho que a última vez que isso aconteceu foi quando eu era criança e a diversão era inversamente proporcional ao tempo. Hoje ela foi proporcional. Parabéns! Continue escrevendo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s