Sobre a Vida

Alinhando os Ponteiros

11-alinhandoosponteiros

Hoje sinto o desespero de ter te perdido. De ter achado que conseguiria andar no sentido contrário ao seu.

Hoje sinto o peso de ter visto suas múltiplas faces sem tê-las, de fato, enxergado. Ingrato. Cruel. Sábio. Aliado. Hoje encaro, esfregada à minha, a sua real face. Antropófago.

Hoje recuo para reaprender que você, Tempo, se alimenta de você mesmo. Para reaprender a dar a você, Tempo, mais tempo para que coisas se exerçam.

Hoje repenso, espero, sento e sinto a interminável volta completa. Única capaz de alinhar os ponteiros e de me dar a chance de recomeçar. Seja ao passo que for. No ritmo que for. No tempo que for.

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “Alinhando os Ponteiros

  1. Pingback: Papel e Tudo » Alinhando os Ponteiros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s