Sobre a Vida

João e o conto das muitas mãos

7-maos

 

 

 

 

 

 

Em uma terra onde as pessoas possuíam muitas mãos, João estava satisfeito com as suas – apenas – duas.

Ele olhava ao redor e via aqueles com mãos em quantidade suficiente para carregar o mundo bem seguro em suas inúmeras palmas. Tão seguros eram e estavam, que muitas vezes se esqueciam daquilo que estava por baixo.

Tinha também aqueles que, apesar de menos mãos, carregavam igual quantidade de coisas em um engenhoso malabarismo, desses que dá gosto de ver. Os movimentos ao passo em que enchiam os olhos, faziam com que algumas coisas ficassem caídas ao longo do caminho. Coisas importantes, perdidas atrás do passo dado e nunca retrocedido.

Os muitas-mãos olhavam João com desdém. Não entendiam como ele se permitia carregar tão pouca coisa por entre os dedos. “- Que garoto arrogante!”. “- Coitado, não tem mãos pra carregar tudo o que quer!”

Mas o que eles não sabiam é que João carregava, sim, muitas coisas. João só não sentia necessidade de carregá-las à mostra, na palma da mão. João carregava uma pequena, porém valiosa coleção em outro lugar: dentro do coração.

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “João e o conto das muitas mãos

  1. Pingback: Papel e Tudo » João e o Conto das Muitas Mãos

  2. Pingback: Papel e Tudo » Correnteza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s